O que fazer e conhecer em Bruges, a cidade medieval na Bélgica

Como chegar, os pontos turísticos e as curiosidades desta cidade que atrai cada vez mais turistas.

A caminho de Waterloo, a famosa localidade em que Napoleão Bonaparte “perdeu a guerra”, quando em 1815 foi derrotado por militares da Inglaterra e da Prússia, está uma cidade que atrai os turistas pelo passado, mas também pelas atrações do presente. Trata-se de Bruges, que está localizada na região de Flandres, no nordeste da Bélgica, e é conhecida como uma cidade-monumento.Bruges-mudei-meu-espaço

Imagem: 3 em 3


Brugge-01

Imagem: Arq. Rafael Oliveira


Sua fama se deve às várias construções históricas, o que fez com que o centro fosse reconhecido, no ano de 2000, como Patrimônio da Humanidade. Bruges, que há séculos era um centro comercial e industrial muito importante, hoje chama a atenção pelo turismo, com a renovação da cidade, além de paisagens naturais imperdíveis.

passeio-de-barco-mudei-meu-espaço

Imagem: Ducs Amsterdam


Brugge-03

Imagem: Arq. Rafael Oliveira


E não são apenas os canais de Veneza que merecem ser visitados. Os canais de Bruges e os passeios de barco são obrigatórios quando se visita esta cidade belga. O mesmo vale para suas praças, como a Markt, no centro de Bruges, onde estão diversos prédios históricos como o Palácio Provincial e o antigo correio local. A praça onde está localizada a prefeitura é Burg, e mostra como eram os tempos áureos da cidade, sem dúvidas mais um local imperdível.

Bruges-praça-mudei-meu-espaço

Grote Markt, ou “Grande Praça” no centro de Bruges. Imagem: Ná no Mundo


Não deixe de conhecer também o Campanário de Bruges, um dos principais pontos da cidade. Mas é preciso um pouco de fôlego para chegar ao topo, pois são exatos 366 degraus para se subir e ter uma das vistas mais bonitas da cidade. A estrutura teve a construção iniciada ainda no século XIV, já chegou a ser utilizada como observatório de defesa da localidade, contra possíveis incêndios. A torre tem 83 metros de altura, e no topo é possível observar o carrilhão do século XVIII com seus 47 sinos. Um lugar único.

campanario-brugge-mudei-meu-espaço

O campanário, em Bruges. Imagem: Pureviagem


Outro destaque é a Igreja de Nossa Senhora (Onze Lieve Vrouwekerk), com sua torre de mais de 115 metros de altura – considerada a mais alta da Europa. Outro destaque, no interior da igreja, é a Madona de Bruges, a escultura de Michelangelo que retrata a Virgem Maria com o menino Jesus. Há ainda trabalhos do escultor belga Pieter Pepers, além de pinturas.

igreja-mudei-meu-espaço

Onze Lieve Vrouw Kerk (Igreja de Nossa Senhora).  Imagem: Planeta Europa


A cerveja belga

Um dos países considerados com a melhor cerveja do mundo é a Bélgica. E na cidade de Bruges é possível perceber isso. A cervejaria local De Haalve Maan é uma boa escolha na cidade para conhecer mais sobre a cerveja, inclusive com tour guiado e degustação da bebida antes de ser filtrada. O tipo de cerveja tradicional e um dos estilos produzidos nesta cervejaria é a Brugse Zot, com 6% de teor alcoólico e do tipo Belgian Blond Ale.

cervejaria-mudei-meu-espaço

A cervejaria De Halve Maan. Imagem: Rango e Trago


E para os apreciadores de cerveja, mas também de bons pratos, a sugestão é conhecer “O Cambrinus”, onde se encontram 400 opções de cervejas artesanais, há rótulos próprios do estabelecimento, além de pratos que incluem carnes e massas, sendo que em alguns deles a cerveja é protagonista também no tempero.

Brugge-02

Imagem: Arq. Rafael Oliveira


Que tal, depois destas sugestões, incluir a simpática cidade de Bruges no roteiro e planos de viagens futuras?

 

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *